O PLANO NACIONAL DAS ARTES

Agrupamento de Escolas de Vila Viçosa

50 ANOS DE 25 DE ABRIL
MURAL SOBRE A REVOLUÇÃO DE ABRIL DE 1974

Consulta a informação e deixa o teu comentário no final da página!
GUIA DE INTERPRETAÇÃO
Iº MOMENTO
As cores escuras simbolizam o período do Estado Novo vivido em Portugal desde 1933.
As figuras representam a corrupção, a carga fiscal e o poder que atuavam sobre tudo e todos através de uma ação repressiva visível nos traços vermelhos nos jornais e revistas espalhados pela mesa.
Os recortes mostrados por uma das figuras simbolizam o controlo da sociedade por alguns grupos dominantes e a falta de liberdades individuais.
IIº MOMENTO
As cores alteram-se e começa a haver alguns indícios de liberdade de expressão, no entanto o artista ainda não revela a sua identidade para evitar ser denunciado.
Vai começando a despontar a liberdade de imprensa e musical.
IIIº MOMENTO
Continuação da referência à área musical onde o fado tem papel de destaque, ainda hoje como património imaterial, e a possibilidade de ouvir e aceder a outros géneros musicais censurados antes de 1974.
IVº MOMENTO
Referência ao movimento de emancipação feminina já sentido por toda a Europa ao longo dos anos 70 que é visível na mulher com cabelo curto e com acesso a novas profissões que antes lhe eram negadas.
Na parede do café há a representação de um cartaz a lembrar a data que fica para a História.
As figuras sentadas à mesa do café evidenciam a liberdade de reunião para discutir e partilhar ideias.
Vº MOMENTO
Continuação do conceito da libertação feminina no sentido em que a mulher ganha liberdade para decidir sobre o seu futuro sem as amarras do poder paternal ou marital, representada pelos sapatos na mão.
O mundo à sua frente, uma mala na mão e uma estrada com buracos simbolizam o desejo, a vontade e as dificuldades com que as mulheres ainda hoje se deparam no mundo inteiro, mas ao mesmo tempo a resiliência e a coragem que pode continuar a dar frutos, visível no cravo que brota.
VIº  MOMENTO
Referência a mais uma das conquistas de abril, a mão forte que emerge do chão lança no ar a fita da liberdade de escolha. Há agora a possibilidade de escolher os governantes através do voto nas urnas.
Os boletins espalhados ao vento simbolizam o pluripartidarismo inerente ao regime democrático e ao mesmo tempo lembrar a necessidade de uma participação ativa dos jovens nos atos eleitorais.
FICHA TÉCNICA

Turma de 10º E

Aida Santos Prates

Carolina Isabel Valadas Freira
Carolina Sofia Proença Prim
Leonor Valentim Martins
Mª Leonor Simões Toscano
Marta isabel Pereira Claréu
Sónia Sofia Branco Rebocho
Tiago Miguel Sousa Novado
Tomás Miguel Mousinho Barradas

Turma de 11º E

Ana Beatriz Teixeira Mirinha

Ana Raquel Sousa Lopes
André Filipe Costa Lavado
António Carvalho Palma
Filipe Miguel Jorge Fialho
Huihui Ye
Inês Manuela Canhoto Cristo
João Pedro Serrachino Vivas
Leonor Marino Martins
Mafalda Isabel Pecurto Margalho
Mª Leonor Letras Carriço
Micael Lobo Franco
Rafaela Queimado Soares
Regina Isabel Maurício Carvalho
Rita Chamorra Dias

Artistas

Associação SACANA 

Professores

Vicente M. Santos Relvas Sardinha

Fábio Manuel Lameiras Tavares
Mª Catarina Andrade G.A. O. Passarudo (Coordenadora do Plano Nacional das Artes)

22 respostas em “50 Anos do 25 de Abril”

  1. A criação do mural sobre o 25 de abril foi uma experiência única dada aos alunos de artes que vou relembrar para sempre.
    Quando começamos, praticamente ninguém sabia como “grafitar” e também ninguem tinha pintado um muro com estas dimensões, então acabámos por aprender muitas coisas novas e sinto que todos evoluímos muito na questão artística com esta experiência.
    Realizar esta atividade para mim foi muito importante, pois pude expressar me e falar sobre um assunto muito importante para Portugal, o 25 de abril, através da pintura. Sinto que todos os alunos conseguiram exprimir a mensagem que queriam em cada parte do muro. Penso tambem que tive muita sorte com as pessoas com que fiquei e que conseguimos transmitir a mensagem que queríamos.
    Todos os alunos e os artistas da associação Sacana estão de parabéns e estou muito orgulhosa por o que foi feito. Todos nos esforçamos muito e foi uma experiência incrível e inesquecível.

  2. Na minha perspectiva a realização do mural sobre os 50 anos do 25 de Abril, foi uma experiência única e bem divertida, pude realizar uma atividade com bastante dinâmica e obviamente que foi dentro da área em que estou e adorei realizá-la.
    Apesar do tempo ter estado instável, a sua realização até foi tranquila, pude passar tempo com os meus amigos e colegas enquanto eu fazia o que gosto. Todos nós nos esforçamos muito e fizemos o nosso melhor a concluí-lo, e ainda tivemos o incentivo dos nossos pais, professores e dos artistas da associação, Sacana a quem agradeço muito a oportunidade

  3. A realização deste mural alusivo aos cinquenta anos de vinte e cinco de abril demonstra o prê revolução e o pôs revolução a qual, foi bem sucedida, porque neste mural está retratado tudo o que os Portugueses não tinham antes da revolução e todos os direitos que os Portugueses ganharam.
    Apreciei muito a realização do mural, foi uma experiência única para mim e para os meus colegas.
    Demos o nosso máximo para que este mural obtivesse este resultado e, sem a ajuda dos artistas da associação Sacana, não seria possivel termos chegado a este resultado.

  4. Na minha opinião, a criação deste mural serviu bastante para a aproximação e confraternização entre alunos e professores, com o objetivo de transmitir e representar história e sentimentos sobre o 25 de Abril. Com a ajuda da organização “Sacana”, que nos ajudou durante todo o processo, acho que fizemos um bom trabalho e algo que dá vida à vida estrutura da escola em si, buscando ser um item que chame a atenção.

  5. A iniciativa deste projeto foi para celebrarmos os 50 anos do 25 de Abril de 1974.
    Este projeto fez com que os alunos de duas turmas se unissem para o finalizarem a tempo da inauguração, mesmo depois de dias de chuva e sol.
    Com isto tudo, os alunos e professores nunca irão se esquecer do convívio e da aprendizagem.

  6. Durante a criação do mural sobre o 25 de abri, fui capaz de aprender a técnica do graffiti, com a mentoria de dois artistas, que foram muito atenciosos e pacientes. Esta atividade ajudou-nos a explorar o nosso lado criativo, como tivemos que ter ideias para abordar esta temática. Com esta atividade, também fomos capazes de socializar como os alunos mais novos do 10°ano.

  7. Durante a criação deste mural, eu e os meus colegas, para além de aprender a técnica de graffiti e de pintura de murais, também incentivou a nossa criatividade e o trabalho em grupo.
    Este mural, para além de dar um novo ar à entrada da escola, também passa a mensagem de liberdade, desta data tão importante, especialmente na comemoração dos seus 50 anos.

  8. O muro foi uma criação sobre o 25 de abril de 1974 que fez 50 anos na sua inauguração.
    A experiência foi divertida,
    aprendemos a utilizar materiais novos, convivemos e “ensinamos” os mais novos desta área, com algumas técnicas que eles não sabiam. Aprendemos várias coisas com este projeto, como a organização, aceitar ideias de outras pessoas. Aprendemos que tudo é trabalhoso, mas que no final temos uma satisfação como “nós conseguimos fazer este projeto!”e isso é incrível.

  9. A ideia que originou está representação foi a comemoração dos 50 anos do 25 de Abril eu participei diretamente nesta atividade sendo uma das representantes de um grupo.
    A experiência tem mais pontos positivos que negativos, aprendemos muito e só temos a agradecer a organização SACANA por esta oportunidade, tivemos tempo para confraternizar com outros alunos, divertimos muito e no final tudo valeu a pena.

  10. A criação do mural foi uma experiência única para os alunos de artes, que aprenderam a pintar em grande escala. Além disso, aproximou professores e alunos. Este mural também é importante pela memória do 25 de Abril.

  11. O mural sobre o 25 de abril, foi, sem dúvida, uma iniciativa excelente da parte das turmas de artes e do agrupamento de escolas em si, nã só para dar uma nova imagem à secção de artes, mas também, uma oportunidade de aprender sobre este dia monumental e de ensinarmos e conectarmo-nos aos mais novos, para que não se esqueçam desta data.
    Realmente uma atividade inovadora

  12. Fazer parte da “criação” deste mural foi uma experiência para lá de incrível. Por mais que tenha sido bastante trabalhoso e tenha exigido umas boas horas ao sol, o resultado fez valer a pena. Toda a experiência, desde a ajuda dos artistas que se disponibilizaram, até a participação de alunos mais novos a quem “ensinamos” e com as quais aprendemos, fez desta experiência algo divertido. Creio que este mural vá, para além de “decorar” mais a escolha, carrega uma mensagem sobre a liberdade que Portugal havia perdido e há 50 anos conseguiu recuperar.

  13. A ideia por trás da criação deste muro foi para representar várias etapas do 25 de abril, como por exemplo antes e depois da censura. Foi uma atividade interessante para quem não sabe tanto sobre os acontecimentos de 25 de Abril e se interessa por arte de rua. Penso que seja algo bom para se representar na escola para serem relembrados os maus e bons acontecimentos do dia 25 de Abril

  14. Achei o projeto muito interessante pois conseguimos ter a chance de ter contacto com coisas novas na área das artes. Deste modo deixamos uma marca nesta escola demonstrando o que nós jovens entendemos como o 25° de Abril mesmo não estando vivos naquela época.
    Tendo em conta que simboliza algo muito marcante em Portugal pois foi o início de uma nova “vida”. Acredito que mesmo daqui a 20 anos irá ser relembrado por toda a gente que olhar e entender o que o trabalho demonstra.
    Eu como aluna das artes gostei muito de participar nesta atividade pois sentimos na “pele” o que era fazer algo que iria ficar exposto para muitos jovens e adultos. Querendo ou não é algo que tornou-se muito marcante para todos que participamos pois não estávamos a espera que iriamos deixar uma marca tão grande na nossa escola feita com as nossas mãos e imaginação.
    Contudo agradeço pela chance que nos deram e a confiança de concretizar algo que manifesta tantos sentimentos através de várias imagens.

  15. O Mural representa as conceções dos alunos sobre a revolução de abril e evidencia a importância que os jovens dão às alterações que se fizeram sentir em Portugal a partir de 1974.

  16. Esta atividade foi uma ótima iniciativa para fazer os alunos de artes experimentarem uma nova forma de arte e, claro, representar esta tão importante data para a história de portugal. É com muito orgulho que nos, alunos do 10° e 11° de artes, deixamos a nossa marca nesta escola para as próximas gerações que frequentarão esta escola, de maneira a que possam ver diariamente o mural e relembrar o 25 de abril por muitos mais anos.

  17. Pintar este mural foi uma experiência única e uma ótima ideia para refletir sobre a Revolução dos Cravos.

  18. Uma experiência inovadora e bastante interessante,uma boa iniciativa para refletirmos sobre o passado.

  19. Foi uma experiência incrível para todos os alunos de artes, espero poder realizar mais trabalhos deste gênero com os meus colegas!

  20. A criação de um mural sobre o 25 de Abril de 1974 foi uma das iniciativas do AE de Vila Viçosa para comemorar 50 anos de Liberdade. Os alunos foram responsáveis pela escolha dos temas, pelas ideias, seleção das imagens e pela concretização do projeto com a colaboração de alguns professores e a mentoria de dois artistas. O entusiasmo e a motivação no dia em que estavam a finalizar o seu mural são a prova de que este projeto criou nestes jovens um sentimento de união, identidade e pertença. Este mural, para além de tornar a escola mais bonita, será, sem dúvida, o mote para muitas conversas entre alunos e professores, de agora e do futuro para que a liberdade continue sempre a ser vivida com responsabilidade.

  21. Muito interessante e uma excelente forma de colocar os nossos alunos a refletir sobre a importância da liberdade e da democracia.

Deixe um comentário

Os comentários só são publicados depois de aprovados pelo administrador do site. É obrigatório preencher todos os campos, no entanto o vosso email não será publicado.

Obrigado!

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.